Contador grátis

sábado, 1 de janeiro de 2011

Resenha filme: "A montanha dos sete abutres"

O filme A Montanha dos Sete Abutres mostra a interferência do jornalista Charles Tatun no salvamento do mineiro Leo Minosa, preso em ruínas indígenas de 450 anos.
O jornalista prevê uma grande oportunidade de contar uma boa história, e quem sabe até ganhar um prêmio Pulitzer, ele diz: "Más notícias vendem mais. Boas notícias não são notícias”.
Assim Tantun se instala no comércio de Lorraine, esposa de Leo e passa a fazer várias ligações telefônicas, a fim de obter apoio para o “salvamento”.
O local do acidente aos poucos foi recebendo muitas pessoas, chegando ao número de três mil expectadores do espetáculo orquestrado por Charles Tantun.
No início não se pagava entrada para entrar no parque. A esposa de Leo começou a cobrar 25
centavos, depois 50, e por fim cobravam um dólar. Foi criado um fundo para o salvamento de Leo Minosa. Uma banda tocava uma música escrita para Leo e cópias da letra da música eram vendidas.
Tantun manipula todos ao seu redor, principalmente o Xerife, Gus Kretzer a quem pede exclusividade de acesso na caverna, já que é a “história dele”, em troca reforça a imagem do xerife no jornal para ajudar a reelegê-lo.
Al Federber foi uma das primeiras pessoas a chegar ao parque, junto com sua esposa e seus dois filhos. Ao ser entrevistado por uma rádio, ele não perdeu a oportunidade de falar que trabalhava com seguros, tentando promover sua empresa, enquanto o foco da entrevista deveria ser o acidente de Leo Minosa.
A pessoa mais manipulada é a esposa de Leo, inicialmente tentada a fugir, Lorraine fica e passa a lucrar com a movimentação em seu estabelecimento. Ela tenta seduzir Tantun, e ele pede que ela seja apenas uma esposa desesperada como ele descreve nos jornais.
Tantun pergunta ao Dr. Hilton, se Leo agüentaria uma semana. O médico diz que sim.
Smollett, chefe da equipe de salvamento propõe salvar Leo entre 12 a 16 horas reforçando as paredes da caverna e entrando pela parte superior. Tantun e o Xerife o impedem, e o ameaçam perguntando se ele quer voltar a ser motorista. Smollett aceita, mesmo a contragosto, a fazer o trabalho levar sete dias para ser concluído.
Ao se dar conta da precariedade da saúde de Leo, que está com pneumonia, diagnosticada pelo Dr. Hilton. O jornalista tenta voltar atrás, porém o senhor Smollett diz que devido ao uso da escavadeira não poderia mais reforçar as paredes da caverna e tentar o resgate da forma que era mais rápida, pois o risco de desabamento era muito maior.
Leo Minosa morre faltando poucos metros para ser resgatado no dia que completava cinco anos de casamento. As pessoas começam a deixar o local e a vida volta ao normal em Escudero.
Tantun diz: “Eu não faço com que as coisas aconteçam, apenas escrevo sobre elas”. Porém o que ele mais fez foi mudar o rumos dos acontecimentos, além de escrever sobre os mesmos.
O filme mostra as últimas conseqüências de extrapolar os limites entre informação e manipulação.
Em 2010 o acidente no Chile que soterrou 33 mineiros há 700 metros de profundidade por dois meses, poderia ter um desfecho parecido. Inicialmente se dizia que o resgate seria feito apenas no natal, mas o resgate ocorreu bem antes, em 13 de outubro de 2010, sendo transmitido ao vivo por redes de televisão do mundo todo, com mais de mil jornalistas.
Qualquer semelhança com a ficção pode ser mera realidade!

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Which Grey's Anatomy Character Are You?