Contador grátis

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Mais um texto sobre o luto pelo meu pai

O maior medo da pessoa em luto é de esquecer a pessoa querida, ao mesmo tempo, precisa deixa la ir e continuar vivendo. Eu perdi meu pai há quase um ano e aprendi a multiplica lo. Hoje ele está em todos os porteiros, em todos os alagoanos, em todos os nordestinos. Ele está nos homens que penduram a chave na alça do cinto e andam fazendo barulho. Meu pai está nos senhores que usam calça Oxford (social), nos que misturam essa roupa com boné e tênis. Ele está nos idosos altos, magros de cabelos brancos. Nos idosos que levam cães para passear. Ele está nos trabalhadores noturnos, nos aposentados, nos trabalhadores rurais, nos que dirigem Kombis vermelhas, nos bancos amarelos dos ônibus, nos bancos cinza dos trens, está nos irmãos dele e em pessoas que ele nunca viu. Ele está nas filas dos pães e dos hospitais. Ele está no fogão fazendo tapioca, ele está perto da porta dizendo "escuta!". Ele está cochilando com o rádio ligado, ouvindo alguma música que o lembre da agricultura de Alagoas. Ele está na forma como abro os nós apertados das sacolas, e na maneira de limpar a margarina da faca num pedaço de papel de pão rs. Ele está em todos os lugares mesmo que não esteja mais aqui...

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Which Grey's Anatomy Character Are You?